Ibovespa fecha próxima aos 132 mil pontos e bate recorde pela 3ª vez


Bolsa brasileira acumula 3 fechamentos renovando a máxima em dezembro; alta é impulsionada pela aprovação da tributária

O Ibovespa alcançou uma nova máxima nesta 3ª feira (19.dez) e fechou aos 131.850,91 pontos. Na máxima do dia, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira ultrapassou os 132 mil pontos. Este foi o 3º dia de recordes.

A sequência começou ainda na 6ª feira (15.dez), dia da aprovação da reforma tributária na Câmara dos Deputados, fato que deu o tom no mercado brasileiro nos dias seguintes. O texto será promulgado pelo plenário do Congresso Nacional na 4ª feira (20.dez).

Outro fator que influenciou o resultado positivo nesta 3ª foi a ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central, que indicou um cenário favorável à continuidade dos cortes de 0,5 p.p. na taxa básica de juros. Na semana passada, o Comitê reduziu a Selic de 12,25% para 11,75% ao ano.

Na reta final do pregão, o anúncio da S&P Global Ratings de que revisou o risco de crédito do Brasil também ajudou a oxigenar o otimismo dos investidores na bolsa brasileira. A agência mudou de BB- para BB o rating do país e justificou que a aprovação da tributária foi essencial para a reclassificação.

O resultado foi influenciado, ainda, pelo bom humor nos mercados estrangeiros. As principais bolsas do planeta fecharam o pregão com resultado positivo. Nos Estados Unidos, o Dow Jones teve alta de 0,68%; a Nasdaq subiu 0,66% e o S&P 500 avançou 0,68% nesta 3ª feira.

As principais bolsas na Europa também fecharam em alta, influenciadas por comunicados do Banco Central Europeu que indicam uma diminuição da inflação na Zona do Euro.





Source link

Leave a Comment